28 de fevereiro de 2020

Se o local onde for trabalhar estiver localizado na mesma jurisdição onde você se registrou não haverá problema nenhum. Só precisará fazer a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART). Mas se o novo trabalho acontecer em um local cuja jurisdição seja de outro CRBio você precisará solicitar o Registro Secundário, que é destinado aos Biólogos já registrados que exerçam atividades fora de seu Regional. Por exemplo se o Biólogo é registrado no CRBio-03 e vai realizar um trabalho em Brasília necessitará obter o Registro Secundário no CRBio-04.

Os Registro Secundários têm duração sempre até 31 de março do ano seguinte. Se o profissional não tiver o Registro Secundário, ou estiver com ele vencido, pode sofrer processo ético-disciplinar. Além disso, se não tiver com sua ART em dia também poderá ser penalizado, além de ser necessário dar baixa na ART quando o trabalho for finalizado.

Para obter o Registro Secundário é necessário enviar ao Conselho onde pretende atuar o Requerimento de Registro Secundário, a Carteira Profissional de Biólogo, a Certidão de Regularidade do CRBio de origem e a cópia do comprovante de pagamento da taxa. Após a chegada desses documentos, o Conselho solicitará o cadastro do Biólogo para o Regional de origem e, com o pagamento da taxa, o comprovante de Registro será encaminhado ao profissional.

28 de Fevereiro 2020

O Plenário do Conselho Regional de Biologia da 3ª Região (CRBio-03) realizou em reunião em Porto Alegre, nesta quinta-feira (27).

A pauta abordou assuntos como homologação de registros, novas rotinas de fiscalização e o relato das atividades desempenados na Delegacia de Santa Catarina.

Estiveram presentes na ocasião os conselheiros Jackson Muller, Brites Pereira, Rafael Gomes, Renato Luis Veiga, Jorge Amaro, Marcelo Menezes, Alexandre Moser, Rafael Dalsotto, Priscila Cadorin, Felipe Amaro e Luiz Bortoluzzi.

27 de fevereiro de 2020

No dia 6 de fevereiro o Serviço Autônomo de Saneamento de Pelotas (SANEP) lançou o edital nº 01/2020 para a contratação de novos funcionários. Entre as vagas foi aberta uma para bacharel em Biologia.

Entretanto, o Conselho Regional de Biologia 3ª Região entende que o profissional Biólogo licenciado pode ser inserido nesta modalidade, pois também possui capacidade técnica e autorização legal para desempenhar a função.

No dia 10 também deste mês o CRBio-03 enviou um oficio de impugnação ao órgão pedindo a inclusão do profissional.

O SANEP aceitou os argumentos do Conselho e retificou o Edital, incluindo o Biólogo Licenciado para concorrer na única vaga disponibilizada para Biólogos.

O CRBio-03 analisa todos os editais para vagas na área, pois está sempre buscando formas de ampliar o mercado de trabalho, possibilitando que os Biólogos atuem nas suas áreas de conhecimento.

26 de fevereiro

O Conselho Regional de Biologia 3ª Região tem como uma de suas prioridades ampliar o mercado de trabalho e possibilitar que os Biólogos atuem nas suas áreas de conhecimento. Para isso, analisa todos os editais para vagas na área, questionando os que assim não estão sendo abertos, conforme a lei. O que aconteceu em Piçarras/SC, onde a Prefeitura está com edital de contratação aberto e não consta vagas para Biólogos, mesmo as exigências para tais serem de competência destes profissionais. Na última semana, o Conselho enviou um ofício de impugnação do mesmo à Prefeitura pedindo retificação e inclusão de Biólogos.

O concurso, que foi aberto no final do mês de janeiro, oferece a vaga de Bioquímico para graduados em Bioquímica ou Farmácia para executar atividades relacionadas com as análises laboratoriais de acordo com o Edital .

O CRBio-03 enfatiza que os Biólogos estão totalmente habilitados para exercerem esta função e podem ser inseridos nesta modalidade.

21 de fevereiro de 2020

O pagamento da anuidade 2020 para Pessoas Físicas e Jurídicas inscritas no Conselho Regional de Biologia da 3ª Região vai até o dia 31 de março sem juros e multa. Mas os profissionais que quitarem até 29 de fevereiro terão 20% de desconto, pagando R$ 434,47. Após esta data e até 31 de março, o desconto é de 20% sobre o valor integral de R$ 543,09, valor este estabelecido pelo Conselho Federal..

A anuidade da Pessoa Jurídica é de acordo com o capital social único, declarado no contrato. Caso seja atualizado o capital social, o valor da anuidade também tem reajuste. Confira os valores abaixo:


A nova administração do Conselho já realizou ações de contenção de despesas para investir no profissional Biólogo. Está sendo planejado cursos de capacitação visando sempre ampliar as possibilidades no mercado de trabalho. Criar a Caixa de Assistência dos Profissionais também é outro objetivo do Conselho, com oferecimento de planos de assistência social, saúde, previdenciários e empréstimos financeiros para qualificação profissional.

Melhorar os serviços burocráticos com a agilidade dos processos junto ao CRBio-03 e a baixa eletrônica da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) são ações também já em planejamento.

20 de fevereiro 2020 

Pensando sempre em ampliar o mercado de trabalho e possibilitar que os Biólogos atuem nas suas áreas de conhecimento, o Conselho Regional de Biologia 3ª Região, enviou um ofício de impugnação para Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina, referente a vagas do concurso que excluem o Biólogo, pedindo retificação e inclusão deste profissional.

No início deste mês, a Secretaria Estadual abriu o edital de Processo Seletivo Simplificado de contratação de pessoal, por prazo determinado, para atuar nas unidades pertencentes a SES.

O concurso oferece a vaga de Auxiliar de Saúde Pública com área de atuação de Técnico Industrial e ou Técnico Agrícola para trabalhar na cidade de Itajaí, em SC. O cargo Coordenadoria da Macrorregional de Saúde no município de Xanxerê/SC e Supervisão Regional de Saúde, tendo como Habilitação Mínima também as conclusão de Curso Técnico Industrial e ou Agrícola.
Para executar as atividades descritas no Edital os Biólogos estão totalmente habilitados e podem ser inseridos nestas modalidades.

19 de fevereiro de 2020

No dia 4 de fevereiro a Prefeitura de Gramado abriu um edital de Processo Licenciatório para contratação de empresa especializada em serviços de monitoramento ambiental e responsabilidade técnica para a Pedreira Municipal de Gramado.

No entanto, o Edital impossibilita os profissionais Biólogos de serem incluídos na equipe técnica capacitada para execução dos serviços de monitoramento ambiental no meio biótico, atribuindo somente aos profissionais da área de Engenharia de Minas. De acordo com a legislação, os Biólogos possuem capacidade técnica e autorização legal para desempenharem o serviço.

O Conselho Regional de Biologia 3ª Região enviou, no dia 13 de fevereiro, um oficio de impugnação para a referida Prefeitura pedindo a retificação do mesmo com a inclusão do profissional Biólogo e novos prazos para apresentação das propostas, possibilitando condições iguais de concorrência.

O Conselho tem como meta defender o seu profissional estando atento ao mercado de trabalho. Garantindo que ele possa atuar nas suas áreas de conhecimento. "Não permitiremos mais que editais sejam abertos sem a participação de nossos profissionais sempre que as atribuições técnicas nos permitam fazer tal trabalho. É nosso compromissos com os Biólogos registrados" fala o presidente do CRBio-03, Biólogo Jackson Muller.

19 de fevereiro de 2020

A nova gestão do Conselho Regional de Biologia - 3ª Região tem como um dos seus compromissos viabilizar aos Biólogos a participação nas discussões e nas ações futuras sobre a profissão nos dois estados que abrange, RS e SC.
Para possibilitar e qualificar estas ações de orientação e fiscalização do exercício profissional, abertura de novos mercados de trabalho, qualificação dos registrados, entre outras, o Conselho criou “Grupos de Trabalho” para recebimento das contribuições das diferentes áreas e subáreas de atuação profissional, possibilitando o diálogo e a organização de diversas ações.

E agora quer que os profissionais registrados participem destas discussões nas áreas de suas especialidades ou interesse.

Inicialmente são 10 Grupos de Trabalho, onde cada um possui um coordenador e para o qual os interessados podem direcionar suas contribuições, experiências e sugestões para o debate qualificado. Cada Grupo irá desenvolvendo as pautas e executando ações e ou procedimentos para melhorias.

Participe! Venha construir conosco uma Biologia!
Para conhecer os Grupos de Trabalho acesse: https://crbio03.gov.br/index.php/institucional/comissoes-e-foruns/grupos-de-trabalho

17 de fevereiro de 2020

Na última semana, entre os dias 11 e 14 de fevereiro, a fiscalização do Conselho Regional de Biologia da 3ª Região – CRBio-03, vistoriou quatro municípios do litoral do Rio Grande do Sul, Terra de Areia, Arroio do Sal, Torres e Capão da Canoa.

O CRBio-03 é responsável pela fiscalização do exercício profissional da Biologia nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, o que implica tanto proteger a sociedade e o meio ambiente, como garantir que os serviços sejam executados por profissionais legalmente habilitados.

Na ocasião foram 25 lugares fiscalizados, como Prefeituras, empresas privadas, empresas de consultoria ambiental e órgãos públicos ligados à Biologia.

Durante a fiscalização na Secretaria do Meio Ambiente e Planejamento de Capão da Canoa, a fiscal Bióloga Viviane Ferronatto foi recebida pelo secretário Jorge Alberto Arbello, o secretário de obras Eduardo Sarmento, o geólogo Fernando de Souza e a bióloga Letícia Bastos. Na ocasião foi protocolado pela fiscal o pedido do processo de licenciamento do Parque Naútico, localizado na cidade.

Em 2019, o Conselho mapeou as regiões que têm mais emissão de ARTs. No Rio Grande do Sul o maior número se encontra no litoral. A partir dessas informações é possível mapear os lugares onde os Biólogos mais estão trabalhando, o que possibilita definir melhores estratégias de acompanhamento dos serviços executados e da legalidade dos profissionais responsáveis pelos mesmos.

17 de fevereiro de 2020 

O Conselho Regional de Biologia da 3ª Região (CRBio-03), representado pela conselheira Maria Helena Faedo, participou da cerimônia de Colação de Grau do curso de Ciências Biológicas da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - Unijuí, ocorrida na sexta-feira (14), em Ijuí. Colaram grau em bacharel e licenciatura oito formandos.


“Estar presente nesses momentos junto às universidades é de suma importância para a nova diretoria do CRBio-03. É uma maneira de fortalecemos os vínculos com as instituições de ensino e oferecer apoio profissional nessa nova fase dos Biólogos que estarão entrando no mercado de trabalho”, declara Maria Helena.

A atual gestão, que assumiu em novembro último, prioriza a aproximação com as instituições de ensino para auxiliar na formação dos profissionais nas diversas novas áreas e campos de trabalho que estão se abrindo.

Desde novembro, esta já é a quarta cerimônia de coleção de grau que o Conselho participa.

14 de fevereiro de 2020

A febre amarela é uma doença grave que é transmitida por mosquitos. O vírus da Febre Amarela apresenta dois ciclos epidemiológicos de transmissão, o silvestre e o urbano.

No ciclo silvestre a doença é transmitida pela picada de mosquitos do gênero Haemagogus infectados, que vivem em áreas silvestres e matas. Já no ciclo urbano é transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti infectado, sendo o homem o único hospedeiro vertebrado com importância epidemiológica. Entretanto, este tipo de contágio é raro no Brasil.

Existe um mito que os macacos transmitem o vírus da febre amarela para seres humanos, quando na verdade eles também são vítimas. “O macaco infectado na verdade é um bio- indicador da presença do vírus naquela região, ele tem uma grande importância nesse sentido, já que são os primeiros a adoecer”, explica o delegado do CRBio-03 em Santa Catarina, Biólogo Emerilson Emerim.

No estado de Santa Catarina dois macacos foram diagnosticados com febre amarela neste ano. Em 2019, o Estado registrou 353 casos de primatas mortos em 77 municípios. Desses, seis mortes foram confirmadas por febre amarela.

Emerilson salienta que "o vírus é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa, nem de macacos a seres humanos".

Também foram confirmados três casos do vírus em humanos em SC. Nenhum dos pacientes tinha registro de vacinação no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações.

Prevenção

A única forma de se proteger é a vacinação. Ela está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS). A dose é dada a partir de nove meses de vida. Desde 2017, o Ministério da Saúde seguia as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) de oferecer apenas uma dose da vacina de febre amarela para a vida toda. A partir deste ano as crianças passaram a ter um reforço aos quatro anos de idade. De acordo com estudos do Ministério da Saúde há uma diminuição na resposta imunológica de crianças que são vacinadas muito cedo.

Sintomas

De acordo também com o Ministério da Saúde, muitas pessoas que contraem a febre amarela não apresentam sintomas e, quando os apresentam, os mais comuns são febre, dores musculares em todo o corpo, principalmente nas costas, dor de cabeça, perda de apetite, náuseas e vômito, olhos, face ou língua avermelhada, fotofobia e fadiga.

“Houve denúncias que pessoas estariam matando os macacos por acreditar que eles transmitem a doença, o CRBio-03 se preocupa em proteger este animal e alertar a população que a espécie não faz parte do ciclo de infecção”, afirma Emerim.